Foto: Karlos Geromy

Governo do Maranhão libera eventos, comércio, igreja, cinema e teatro

Medida se deve à diminuição dos casos de internação por Covid-19 no Estado

O Governo do Maranhão anunciou, nesta terça-feira (21), a flexibilização das medidas contra a Covid-19 no Estado.

Cinemas, teatros e igrejas estão com funcionamento totalmente liberado;
Comércio, indústria, bares, restaurantes, academias e supermercados podem funcionar sem restrição de horário;
Eventos em ambiente fechado podem ser realizados com limitação de até 200 pessoas;
Eventos em ambiente aberto podem comportar até 400 pessoas;
Os órgãos da administração pública estadual voltam a funcionar com 100% da capacidade.

As novas medidas sanitárias incluem, também, o retorno às aulas na rede pública estadual, a partir do dia 2 de agosto, no sistema híbrido – presencial e remoto.

A validade da flexibilização é até o dia 30 de junho e as restrições podem voltar em caso de aumento dos casos de Covid.

“Agradeço a todas as equipes estaduais e municipais, que trabalharam juntas para que a cidade de Raposa alcançasse esse marco. Esse avanço na vacinação salva vidas para combater essa rede de desinformação. A imunidade será maior, quanto maior a população vacinada, o que é cientificamente comprovado. Nestes últimos meses, em face da vacinação, quatro mil vidas foram salvas no Maranhão”, pontuou o governador Flávio Dino, se referindo ao município de Raposa, como a primeira cidade da Ilha de São Luís com todos os adultos, acima de 18 anos, imunizados com a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

Governador Flávio Dino (Foto: Karlos Geromy)

A ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que chegou a ficar em mais 90%, estabilizou em 65% esta semana; já os leitos clínicos, reduziram a ocupação para 48%. A taxa de contágio no Maranhão também reduziu, ficando abaixo de 1%, na lista dos estados em queda da doença; e permanece como o de menos óbitos por Covid-19 do Brasil. Quanto aos municípios, 145 estão acima dos 85% de doses aplicadas. O Maranhão já recebeu 4,4 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19.

O governador atribuiu a redução nas internações à vacinação contra a Covid-19, que segue no Maranhão, sendo reforçada pelos Arraiais da Vacinação – estratégia do Governo do Estado para tornar mais ágil e acessível a vacina; às normas sanitárias editadas em vários decretos ao longo do período; e à contribuição da sociedade no seguimento dos protocolos preventivos. “Por conta desta redução, avançamos na flexibilização das medidas sanitárias, mantendo os protocolos sanitários como o uso de máscara e distanciamento social”, reforçou.

Por Jonatan Aguiar/Panorant
Com informações do Governo do Maranhão

Leia Mais
Polícia Militar prende homem suspeito de ter plantação de maconha em casa, na zona rural de Araioses
Open