Wimbledon: duplas brasileiras estreiam com vitórias na Inglaterra

Quatro duplas com tenistas brasileiros começaram vencendo em Wimbledon nesta sexta-feira (2). Campeã em 2017, a dupla Marcelo Melo e Lukasz Kubot conseguiu a segunda vitória no Grand Slam inglês e a vaga às oitavas de final. O mineiro e o polonês, cabeças de chave 8, passaram pelos holandeses Sander Arends e Matwe Middelkoop por 2 sets a 0 (6/2 e 6/4), em 1h12min. No primeiro set, quebraram o serviço dos rivais no terceiro game, fazendo 2/1. Com mais uma quebra no sétimo game, fizeram 5/2 e fecharam na sequência em 6/2. No segundo, a quebra veio no sétimo game, 4/3. Depois de perder algumas chances, a dupla fechou o jogo no quarto match point, marcando 6/4.

Os próximos adversários sairão da partida entre o britânico Lloyd Glasspool e o finlandês Harri Heliovaara diante dos britânicos Alastair Gray e Aidan McHugh. “Hoje conseguimos uma vitória muito boa aqui em Wimbledon. Acho que jogamos muito bem, até melhor que a primeira rodada. Usamos toda a confiança da estreia, de ter jogado já agora a segunda partida na grama”, explicou Marcelo, em nota divulgada por sua assessoria de imprensa.

Jogando ao lado do britânico Jamie Murray, Bruno Soares passou pelo americano Nicholas Monroe e pelo canadense Vasek Pospisil por 2 sets a 1. Na primeira parcial, a equipe do brasileiro venceu por 6/1, o segundo set teve vitória dos rivais por 7/6 (5) e, para fechar o jogo, Soares e Murray fizeram novamente 6/1 no terceiro set. O próximo desafio do brasileiro e do britânico será passar por Andrey Golubev, do Cazaquistão, e pelo holandês Robin Haase.

O tenista número um do Brasil no ranking de simples, Thiago Monteiro, começou com vitória na chave de duplas em Wimbledon. Jogando com o gaúcho Rafael Matos, o cearense superou os cazaques Alexander Bublik e Aleksandr Nedovyesov por 2 sets a 1 (6/4 3/6 13/12(4)), em 2h30 de duração.

“O jogo foi muito bom, nós jogamos muito firmes desde o início. Acho que bateu a sintonia, até porque nós nunca havíamos jogado juntos. O Rafa jogou muito bem, mesmo sendo o primeiro Grand Slam em que ele disputa. Muito feliz com a vitória, foi um jogo muito firme dos dois lados. Nós aproveitamos bem as oportunidades que apareceram”, disse o cearense, em nota divulgada pela assessoria do atleta. Na próxima rodada, os brasileiros enfrentarão Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, dupla cabeça de chave número 3 e os atuais campeões do torneio.

“Foi o Rafa que me chamou para jogar, ele viu que o nosso ranking combinado ficaria bem perto de entrar. Então ele me perguntou se eu ficaria e tentaria entrar mesmo se perdesse na estreia em simples, eu disse que sim e acabamos entrando e aproveitando a oportunidade”, finalizou Monteiro.

No torneio de duplas mistas, a paulistana Luisa Stefani, número 23 do mundo, e o gaúcho Marcelo Demoliner derrotaram os holandeses David Pel e Rosalie Van der Hoek por 2 sets a 0 (6/4 6/2), após 59 minutos. Na próxima rodada, os brasileiros terão pela frente a parceira da paulistana na dupla feminina, a americana Hayley Carter e o belga Sander Gille, cabeças de chave 13. Este é o primeiro torneio da tenista após o afastamento do circuito para se recuperar de uma cirurgia de emergência por conta de apendicite. Ela não jogou Roland Garros.

Leia Mais
Bruno Carra não obteve marca válida no halterofilismo em Tóquio
Open