Com o frio, Rio monta postos para atendimento à população vulnerável

Por conta do frio intenso que atingiu a capital fluminense, a prefeitura do Rio montou dois postos de atendimento à população vulnerável. Os equipamentos vão funcionar 24 horas e vão oferecer alimentação, água e agasalhos.

Os postos ficarão responsáveis ainda pelo encaminhamento das pessoas para os 14 Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). Foram criadas mais cem vagas nos três principais abrigos da cidade: na Taquara, Ilha do Governador e Paciência.

População vulnerável em situação de rua durante período de frio intenso.População vulnerável em situação de rua durante período de frio intenso.

População vulnerável em situação de rua durante período de frio intenso. – Fernando Frazão/Agência Brasil

A secretaria de assistência social também recomeçou a Campanha do Agasalho, que já distribuiu mais de um tonelada de roupas de inverno nos abrigos da prefeitura. A população do Rio poderá depositar suas doações nos Creas espalhados pela cidade. As caixas itinerantes que estavam nas estações do BRT estão sendo colocadas nos dois prédios da prefeitura, na Cidade Nova, para que funcionários também possam doar.

A previsão é de temperaturas baixas até o final de semana.

Ouça na Radioagência Nacional:

*Estagiário sob a supervisão de Mario Toledo

População vulnerável em situação de rua durante período de frio intenso.População vulnerável em situação de rua durante período de frio intenso.

População vulnerável em situação de rua durante período de frio intenso. – Fernando Frazão/Agência Brasil

Leia Mais
Vôlei de praia: Brasil já sabe quem serão seus adversários em Tóquio
Open