COB anuncia premiação em dinheiro a medalhistas de Tóquio 2020

A busca dos atletas brasileiros pelo pódio em Tóquio 2020 a partir de 23 de julho ganhou um incentivo a mais do Comitê Olímpico  Brasileiro (COB). A entidade anunciou a premiação em dinheiro de todos os medalhistas, sejam das modalidades individuais ou por equipes. 

“Quero anunciar, em primeira mão, a decisão da diretoria do Comitê Olímpico do Brasil para homenagear e reconhecer o trabalho de vocês atletas, principais protagonistas do Movimento Olímpico. Com esta ação, o COB reconhece o esforço, o comprometimento e a disciplina colocados em prática para a conquista de uma medalha olímpica. Essa premiação é oriunda de recursos privados do COB e é fundamentada em um dos nossos pilares: a meritocracia. Desejo a todos um excelente trabalho e tenham em mente, em primeiro lugar, a saúde de vocês”, disse Paulo Wanderley Teieira, presidente da entidade, durante encontro virtual realizado ontem (23) com integrantes da delegação brasileira. 

Os valores variam de R$ 100 mil a R$ 250 mil para para os medalhistas dos esportes individuais. Já nas modalidades coletivas, o montante da  premiação anunciada será dividido pelos integrantes: pode variar entre R$ 200 mil a R$ 500 mil para equipes com seis atletas, e vai de R$ 300 mil a R$ 750 mil para times com sete atletas. 

Os medalhistas recebem por cada conquista e podem acumular premiação. A entrega dos valores ocorrerá ainda este ano. Até o momento, o país tem 273 vagas confirmadas para os Jogos Olímpicos de Tóquio. A última delas foi confirmada nesta sexta-feira (24) com a convocação do tenista cearense Thiago Monteiro pela Federação Internacional de Tênis (ITF, sigla em inglês). O mineiro João Menezes já estava classificado para Tóquio.

Leia Mais
Sebastião Salgado apresenta exposição sobre Amazônia em reunião do CNJ
Open