Autor de 'Velho Chico' fala sobre o fim da novela

O escritor Benedito Ruy Barbosa ainda não havia conseguido dormir às 04:00 da manhã de hoje (16) preocupado com a morte de Domingos Montagner.

Além da perder o amigo, o autor deverá lidar com a missão de finalizar a novela sem a presença de Domingos.

“Além do fato de ter perdido o talento de um ator generoso, uma bela figura humana, eu perco um personagem importantíssimo da minha novela. Na qualidade de supervisor, tenho que entrar nisso e decidir como termino a novela sem ele. É muito difícil ter que trocar um ator como ele por qualquer outro, não deve ser a solução. Ao mesmo tempo, tenho que fazer justiça a ele e ao trabalho maravilhoso que ele vinha fazendo” – Disse Benedito após receber a notícia da direção da TV Globo.

Uma curiosidade é que Montagner desapareceu no Rio São Francisco, assim como Santo, seu personagem em Velho Chico. Isso com certeza faz com que a morte do ator seja encarada com perspectivas mais poéticas. Alguns religiosos dizem que isso pode ter sido um castigo divino ou premonição.
Já Ruy, contesta esse argumento:

“Muita gente fala isso. Não se trata de premonição, a última coisa que a gente poderia desejar. Escrevi 34 novelas e como supervisor já fiz mais de 40, já tive ator com ataque cardíaco e tive que reescrever 40 capítulos. Mas dessa vez não tivemos chance, foi inesperado. Puxa vida, eu sofri um AVC e continuei escrevendo, não tive sequela” – Afirmou o autor.

Alguns indígenas que estavam participando das gravações da novela afirmaram que estão de luto e até fizeram um ritual.
O que você achou do conteúdo dessa postagem? Comente rolando para baixo! (Você pode comentar usando a sua conta do Facebook ou do Google!)
Via UOL
Imagem: Reprodução: Famosos na Web
Edição: Panorama Araiosense/ Jonatan Aguiar

Leia Mais
Sampaio Futsal Araioses vence o Balsas por 5×2 em duelo clássico
Open